Veja o que é sinistro e quais os seus tipos!

Veja o que é sinistro e quais os seus tipos!

Tempo de leitura:3 minutos

Você sabe o que é sinistro quando estamos falando sobre seguros? Na linguagem do dia a dia, essa palavra não remete a situações agradáveis, então é difícil pensar que ela possa significar algo muito melhor no contexto de uma apólice, independentemente do tipo de cobertura contratada.

Contudo, conhecer o que na prática é um sinistro de seguro faz toda a diferença para que você possa ficar mais tranquilo e consiga contar com toda a proteção oferecida pelo serviço caso seja necessário. Por isso, vale entender melhor o que significa esse termo e os principais tipos de ocorrência.

Afinal de contas, o que é um sinistro em seguro?

Na prática, o sinistro em seguro representa a concretização de um risco previsto na apólice. Em outras palavras, se você contratou um seguro auto com proteção contra roubo, caso seu carro seja levado, a concretização do crime caracteriza um sinistro.

Dessa forma, o sinistro é encarado como qualquer incidente que causa prejuízo ao proprietário do patrimônio segurado e faz com que a seguradora arque com as coberturas contratadas conforme previsto nas cláusulas do contrato. No mais, em um seguro de vida ou um plano de saúde os sinistros são todas as situações em que o serviço é acionado pelo segurado.

Quais os principais tipos de sinistro?

Todos os sinistros cobertos pelo seu seguro precisam estar descritos na apólice. É normal que seguros mais básicos restrinjam as coberturas, por exemplo. Além disso, é preciso considerar que a natureza dos sinistros em seguros de que protegem patrimônios é um pouco diferente daqueles em seguros de vida. De qualquer maneira, é possível traçar um panorama dos principais tipos de ocorrência.

Causas naturais

Diversos eventos naturais podem causar danos ao patrimônio. Enchentes, incêndios e vendáveis são alguns exemplos comuns. No caso de seguro de vida, elas englobam doenças que podem levar à morte ou invalidez.

Roubo e furto

Tipo de sinistro quando o bem levado não recuperado, seja mediante violência (roubo), seja quando o proprietário não está presente. Normalmente, a indenização paga é aquela suficiente para cobrir o prejuízo provocado pelo crime.

Acidentes

Mais comuns em seguro auto, esse sinistro, como o próprio nome diz, envolve colisões e batidas, seja contra outros carros, seja contra muros ou árvores, por exemplo. A indenização é paga de acordo com a extensão do dano: caso ele seja superior a 75% do valor do bem caracteriza-se a chamada perda total.

Danos a terceiros

Por fim, os sinistros que englobam danos contra terceiros são aquelas situações em que uma pessoa alheia ao segurado é atingida pelo dano provocado por esse. É o que acontece em acidentes de trânsito ou ainda em apólices que contemplem a chamada responsabilidade civil. Na maioria dos casos, a indenização cobre danos materiais e físicos.

Agora que você sabe o que é sinistro, lembre-se sempre de conferir na apólice o que caracteriza essa situação de acordo com a cobertura contratada e consulte o documento para saber como acionar a proteção. Em geral, é necessário contatar a empresa, informar a ocorrência e apresentar os documentos solicitados. A partir disso, será feita uma avaliação para liberação do pagamento da indenização;

Quer acompanhar nosso trabalho e saber mais sobre seguros? Então curta nossa página no Facebook agora mesmo.

Assine nossa Newsletter

Pirate ipsum arrgh bounty warp jack. Crimp rat of arr gangway gangway execution buccaneer lass schooner. Tender pay splice of ahoy. Sheet.