Conscientização do Câncer de Pele

Conscientização do Câncer de Pele

Tempo de leitura:3 minutos

No Brasil, levando em consideração o clima tropical do país, temos uma considerável alta temperatura praticamente o ano inteiro, com ondas de calor esporádicas em qualquer uma das estações. O contato com a luz do sol, por sua vez, é de suma importância para todos os seres vivos, pois o calor emanado por ele proporciona capacidade de vida no planeta. Em exemplo disso, a luz solar é responsável por sintetizar a vitamina D dentro do nosso corpo – e a falta ou ausência deste elemento pode causar uma mineralização inadequada do esqueleto.

Em dezembro, o Brasil se encontra dentro da estação Verão, que diz respeito ao aumento considerável do calor, incidência de luz e consequente maior exposição das pessoas aos raios solares. Raios solares que, embora causem, em certo nível, coisas boas para nós, também podem ser maléficos.

Em resposta a essa possibilidade de perigo e querendo alertar a população sobre seus cuidados, o Ministério da Saúde determinou a campanha de Dezembro Laranja para a conscientização do câncer de pele.

O câncer de pele é uma doença caracterizada pelo crescimento e reprodução celular descontrolada e inadequada da própria pele. O Instituto Nacional do Câncer (INCA) o caracteriza em duas divisões:

  • Câncer de pele não-melanoma: Sua principal característica é o crescimento descontrolado das células que compõem o tecido da pele. Embora, dentre os tumores de pele, seja o menos mortal, a doença demanda tratamento o mais precocemente possível, pois sua evolução pode causar remoções cirúrgicas de grandes quantidades de pele e consequente prejuízo para a autoestima.
  • Câncer de pele Melanoma: Tem origem direta nas células produtoras de melanina (substância que determina a coloração de pele de cada pessoa). Sendo mais frequente em pessoas brancas, o câncer de pele melanoma pode aparecer e se desenvolver em qualquer região da pele (ou até mucosas, como dentro do nariz, boca, etc.) e apresentar-se em forma de manchas, pintas ou sinais, sendo mais comum seu aparecimento em regiões mais expostas à luz solar. Em pessoas pretas, a doença tende a se manifestar em regiões do corpo mais claras, como as palmas das mãos. Tendo grande chance de se espalhar para outros tecidos ou órgãos do corpo humano, é considerado mais agressivo – todavia, com um diagnóstico precoce, as chances de cura são consideráveis.

Muito além de apenas usar o filtro solar com um fator de proteção adequado para sua pele, é também necessário fazer controle de horário de exposição ao sol (evitando o período entre 10h e 16h) e utilizar roupas e objetos adequados, como chapéus, óculos escuros, roupas com proteção ultravioleta e sombrinhas para realizar uma adequada prevenção ao desenvolvimento do câncer.

Além do mais, é de suma importância também atentar-se aos sinais que seu corpo pode apresentar perante o desenvolvimento de um câncer de pele. São eles:

  • Surgimento de manchas que coçam, descamam ou sangram;
  • Sinais ou pintas que mudam de tamanho, forma ou cor;
  • Feridas que não cicatrizam em até quatro semanas.

Para que haja uma eficaz proteção e diminuição no desenvolvimento de câncer, é importante que você siga as dicas para proteger sua pele dos raios solares. Ademais, o autocuidado é essencial para a identificação precoce da doença e uma maior efetividade do problema de saúde. Neste verão – com recordes de altas temperaturas -, cuide-se!

BIBLIOGRAFIA:
https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-brasil/prevencao-ao-cancer/dezembro-laranja-prevencao-e-deteccao-precoce-do-cancer-de-pele
https://www.sbd.org.br/dezembrolaranja/
https://www.hospitaloswaldocruz.org.br/imprensa/noticias/dezembro-laranja-mes-de-conscientizacao-sobre-o-cancer-de-pele/
https://www.saude.pr.gov.br/Noticia/Dezembro-Laranja-e-mes-de-conscientizacao-do-cancer-de-pele#:~:text=Vacinas-,Secretaria%20da%20Sa%C3%BAde,com%20a%20campanha%20Dezembro%20Laranja.

Assine nossa Newsletter!

Notícias do setor e as últimas novidades da Alper Seguros em primeira mão para você: